Bem vindos ao Vinhos.info

O Vinho é uma das bebidas mais admiradas do mundo e seus benefícios à saúde são frequentemente divulgados. Ao longo dos anos, essas vantagens foram confirmadas junto com outras novas descobertas da ciência, além do sabor único dessa bebida milenar. Essas informações revelam que uma boa dose de vinho deve fazer parte da nossa dieta alimentar e que sempre devemos buscar mais informações sobre o assunto. Pensando nisso, selecionamos algumas curiosidades sobre o vinho. Acompanhe:


A popularidade do vinho

Popular e consumido no mundo inteiro, o vinho ajudou a fazer da uva uma fruta de desejo e admiração. Em termos de área de cultivo, as uvas viníferas chegaram à posição número um entre todas as frutas. Ao todo, são mais de 10 mil tipos, embora, somente 50 delas sejam usadas pelos melhores produtores.

Muitas pessoas pensam que o preço do vinho é o principal fator para que ele seja considerado de qualidade ou não, porém isso é uma lenda. O valor de uma garrafa de vinho varia por várias razões: o produtor, a localização, a cotação do dólar e até as premiações. Em degustações às cegas feitas pelos principais sommeliers do mundo, é muito comum que vinhos com preços mais acessíveis fiquem com os primeiros lugares.


Rolha ou rosca

O fato de uma rolha estar presente nos melhores vinhos ao invés da rosca não acontece por acaso. A rolha permite que o vinho respire e que envelheça de maneira apropriada para que as características e sabor do vinho se mantenham.


Nem todo vinho deve envelhecer

Nem todos os vinhos melhoram com o passar do tempo. A grande maioria dos vinhos brancos é produzida para o consumo de, no máximo, três anos ou, até mesmo, para consumo imediato. Em geral, os tintos são feitos para o consumo em até cinco anos. Somente os grandes vinhos, que são especialmente armazenados e produzidos com uma seleção de uvas especiais, evoluem com o tempo.


Aroma ou bouquet

Muitas pessoas pensam que aroma e bouquet são a mesma coisa, mas, segundo os sommeliers, enquanto o bouquet é usado para se referir ao cheiro do vinho envelhecido, o aroma é recomendado para descrever o aroma do vinho jovem.